quinta-feira, 13 de julho de 2017

Edição003 Demétrio lemos a história



 As recordações são imensas que tudo que esta relacionado a ferrovia do oeste potiguar é muito gostoso de ler e mais ainda poder retratar.

 No ano de 1982 as luzes da inesquecível estação ferroviária de Demétrio lemos ascendia para a passagem do gigante azul vindo de MOSSORO os parentes amigos chegará na estação a espera da inconfundível locomotiva e seus vagões de passageiros quando sem atraso o seu apito ecoava as 20:45hs ou 21:00hs por trás das serras,o que restava era so aguardar,nos sábados o movimento era maior onde a plataforma era restrita a comportar tantas pessoas a espera do maior meio de locomoção que perpetuará na história
 O património merece ser real,centenas de pessoas tem o mesmo pensamento,
Rumo a restauração.

Foto: ilustração da estação ferroviária de ALMINO Afonso identifica a de António Martins.
Texto Francisco costa

Nenhum comentário: