quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Souza defende atendimento de pleitos dos professores da UERN



Souza defende atendimento de pleitos dos professores da UERN

O deputado estadual Manoel Cunha Neto, “Souza” (PHS), voltou a falar sobre a importância de o Governo do Estado priorizar os pleitos dos professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) no plenário da Assembleia Legislativa, na sessão ordinária desta quarta-feira (22). Para ele, a abertura de diálogo por parte do Executivo é o caminho para a greve dos docentes ser encerrada.

“Tenho defendido a existência e não apenas a subsistência da UERN, buscando intermediar diálogo e destinando emendas para a instituição, mas apelo para a valorização do conhecimento por parte do Governo do Estado. Havendo esse reconhecimento, estou certo de que o Executivo não pensará duas vezes antes de se dispor a atender os pleitos dos professores”, disse o parlamentar.

Souza lembrou que, no Paraná, há sete universidades estaduais, e que vizinhos como o Ceará, por exemplo, tem duas delas. Ele comparou, ainda, os investimentos dos governos potiguar e paraibano nas suas instituições, tendo o Governo da Paraíba investido R$ 40 milhões a mais no ano passado. O deputado também destacou feitos acadêmicos da UERN, como a defesa de teses e o registro de patentes, para demonstrar a sua relevância para o Estado.

Em aparte, o deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB), em aparte ao pronunciamento de Souza, afirmou que o Governo do Estado deve conter despesas, mas não utilizando a UERN para isso. Ele defendeu a análise, por parte do Executivo, dos custos de manutenção do estádio Arena das Dunas e da Companhia Potiguar de Gás (Potigás), como forma de aliviar as contas do Governo. Ele acredita que esses cortes são possíveis, já os que envolvem servidores não.

 

Crise

Também em aparte a Souza, o deputado estadual Dison Lisboa (PSD) destacou que a crise local não pode ser vista de maneira individualizada, mas sim considerando o todo. Ele afirmou que está elaborando estudo detalhado sobre remunerações de servidores, para entender disparidades como o fato de a mesma função ser remunerada quase que 100% a mais que em estados como o de São Paulo. O estudo será divulgado em breve pelo parlamentar.

Sobre a responsabilização da UERN pela crise enfrentada pelo Estado, o deputado Souza sugeriu que fosse realizada uma auditoria na instituição. De acordo com o parlamentar, essa seria uma maneira eficaz de o Governo do Estado visualizar os números reais da Universidade, ao invés de utilizar dados errôneos e evasivos em argumentações sobre cortes no seu orçamento

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Dá sala de aula para a prática ao Ar livre com Professora Ivana


Um grupo de alunos do 6*Ano (matutino) e a professora Ivana Verciane pertencente a Esc. Estadual Gov. Walfredo da cidade de Antônio Martins, resolveram dinamizar a aula, que tinha como tema *"a água e seu caminho"*.
Acompanhia do funcionário da CAERN (Hermon Moura), a visita começou onde é feito td o processo de saneamento de água e esgoto do município, em seguida, percorreu-se de bicicleta td o itinerários das águas q escorrem em época de inverno.
Em meio ao percuso que rendeu quase 3km, se pode observar as mudancas de paisagens e solos; animais que cruzaram o percuso (camaleão, mico "soim" e aves) e o acervo histórico do município como a "antiga estação ferroviária" e finalizado com um lanche compartilhado as margens da uma antiga "barragem" onde fica depositada boa parte das aguas q escorrem das chuvas, que castigada pela estiagem encontra-se vazia.

*Obs:*Nessa aula se trabalhou disciplinas de: Ciências, História, Geografia e Ed. Física.








domingo, 12 de novembro de 2017

Perfeito Jorge Fernandes faz Homenagem a seu pai Hamilton Fernandes por mais um.ano de vida



Pai, hoje é um dia muito importante para você… A comemoração do seu aniversário é uma renovação e o início de uma fase que virá cheia de alegrias. Quero aproveitar essa data para lembrar o quanto você é importante para mim e como me orgulho de ter um pai tão prestativo e carinhoso. Obrigado por cada conselho, gesto de amor e cuidado. Continue sendo essa pessoa de caráter imutável e receberá muitas recompensas da vida. Espero que essa data traga a cada ano mais saúde, amor, fé, esperança, prosperidade e sabedoria. Saiba que eu estarei contigo para sorrir, chorar e te acalmar, seja qual for a situação. Feliz aniversário! Amo muito o senhor

Aproveito através da linda Homenagem de seu filho Jorge Fernandes  , desejar o Amigo Hamiltom também Muitos Anos de vida

Irm zizi

sábado, 11 de novembro de 2017

Finalista do Campeonato Roraimense de Futsal, Neto Caraubas visita Projeto Social em Boa Vista



Neto Caraubas visitando Projeto Social em Boa Vista-RR

O Capitão da Seleção Brasileira de Futsal Clássico Neto Caraubas continua fazendo história por onde passa no futsal brasileiro,

seja dentro de quadra com a bola no pé ou fora dela com seu trabalho social que faz visitando os projetos sociais.

Na última terça-feira, o Constelação, time 

que Neto Caraubas está atuando saiu de quadra no clássico diante do Vivaz com a vitória pelo placar de 5x2, resultado que com duas rodadas de antecedência garantiu o Constelação na final do Campeonato Roraimense de Futsal Divisão Especial e de forma invicta, gols da equipe foram marcados por Betinho, Walter, Vagner e dois do goleiro Ítalo Sousa.


Na quarta Neto Caraubas visitou o Projeto Social da Escolinha Tiradentes da cidade de Boa Vista-RR, a exemplo do já fez e faz quando estar de férias na cidade de Caraubas-RN onde já passou por diversas cidades do Rio Grande do Norte e Paraíba, Neto levou sua palavra onde fala toda sua história de vida que serve de exemplo para muitos jovens, desta vez aos atletas e pais da Escolinha Tiradentes. 


"Sempre um privilégio poder somar de forma positiva na vida do nosso próximo", Neto Caraubas. 


Portal Esporte do Vale

Fotos: Neto Caraubas

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Martins RN : Professores e Alunos de escola Agradessem a Deus pelo livramento do Acidente ocorrido nesta Manhã



Amigos do Face,

Deus é Maravilhoso!

Uma fatalidade sem tamanho nos prova a existência de Deus!!!!

Graças a Deus, todos os nossos alunos estão bem e em casa, junto de seus familiares!

Nosso diretor Glicerio foi cirurgiado no Hospital Tarcísio Maia e está bem.

Nossa Coordenadora Pedagógica Francisca Paiva foi a Pau dos Ferros e os exames não constataram nenhuma fratura. Ela já está em Martins, em observação, no hospital.

O Motorista do ônibus foi levado a Pau dos Ferros e graças a Deus, está bem. E, ao contrário do que bocas inconsequentes estão falando, ele tem Habilitação sim.

Agradecemos a Deus por ter poupado a vida de todos!

O Hospital de Martins atendeu todos os que se machucaram.

Havia 3 médicos, Dr. Raimundo Leite, Dr. Kássio e Dr. Pinheiro!

Estavam todos os enfermeiros, tanto os de plantão, quanto os que estavam de folga, atendendo.

O Secretário de Saúde Frank Andrei, que também é Enfermeiro, estava no atendimento aos feridos.

A GBUS esteve o tempo todo acompanhando os atendimentos, colocando carros a disposição dos familiares e feridos.

Estamos todos felizes pela vidas de nossos alunos, funcionários e professores!

Todos são valiosos, por Isso, Glória a Deus!

Se alguém, por um milésimo de segundo que seja, tenha duvidado da existência de Deus, é o momento de erguer as mãos e dobrar os joelhos em agradecimento por sua Misericórdia e Proteção!


Deus é Muito Bom o Tempo Todo!!!!!!!

Veja Detalhes do Acidente segundo informações

O  ônibus estaria transportando alunos e professores da Escola Estadual Joaquim Inácio  nesta manhã de sexta feira, 10. O incidente aconteceu por volta das 6h 20m no município de Martins, região Oeste do estado do Rio Grande do Norte.

Segundo informações que estavam   Cerca de 66 estudantes e nove professores da Escola ,  a caminho do Museu do Petróleo, localizado no município de Mossoró. Por ser feriado municipal em Martins, os professores aproveitaram a data para levar os alunos em um passeio. Dois ônibus eram responsáveis pelo transporte.

Logo que saiu da cidade, que é localizada em uma serra, um dos ônibus saiu da estrada, descendo a ribanceira e capotando em seguida. De acordo com informações da equipe escolar, 30 pessoas estavam no veículo no momento.

Pelo menos 25 pessoas ficaram feridas e foram socorridas no hospital do município. Cinco precisaram ser transferidas, porém, nenhuma está em estado grave. Uma das transferências foi a do diretor da escola

Agora RN 

Realmente foi um milagre 
Glória Deus

Márcia Cabrita morre aos 53 anos



Atriz foi diagnosticada com câncer no ovário em 2010. No mesmo ano, se submeteu a uma cirurgia para a retirada dos ovários e do útero.

Por G1

10/11/2017 08h56  Atualizado há 1 hora



Atriz Márcia Cabrita morre aos 53 anos

A atriz e humorista Márcia Cabrita morreu aos 53 anos nesta sexta-feira (10). Em 2010, ela foi diagnosticada com câncer no ovário e se submeteu a uma cirurgia para a retirada dos ovários e do útero. Em seguida, iniciou quimioterapia para tratamento da doença.

Em nota, o hospital Quinta D´Or, onde Márcia estava internada, "lamenta e confirma o óbito da paciente Márcia Martins Alves por câncer avançado".

O velório de Márcia será no sábado (11), das 10h às 13h, no cemitério Parque da Colina, em Niterói.

FOTOS: MÁRCIA CABRITA

O trabalho mais recente de Márcia foi na novela "Novo Mundo", exibida pela TV Globo na faixa das 18h entre março e setembro deste ano. Ela interpretava a personagem Narcisa.

Seu papel mais conhecido foi no humorístico "Sai de baixo", também da Globo. Ela participou do programa entre 1997 e 2000, no papel da empregada Neide Aparecida. Desde maio, o programa voltou a ser exibido nas tardes de sábado, na "Sessão Comédia", logo após o "Jornal Hoje".

Ela estreou na TV na minissérie "As noivas de Copacabana" (1992). Dentre as novelas nas quais atuou, estão "Desejos de mulher" (2002), "Sete pecados" (2007), "Beleza pura" (2008) e "Morde & Assopra" (2011).

Ela também fez participações na série "Brava gente" (2000), no "Sítio do picapau amarelo" (2003) e nos humorístico "Sob nova direção", "A grande família" e "Pé na cova".

Mais recentemente, Márcia Cabrita esteve nos programas "Vai que cola", "Trai e coçar é só começar" e "Treme Treme", exibidos pelo Multishow.

Márcia nasceu em Niterói em 20 de janeiro de 1964. A atriz deixa uma filha, Manuela, de 15 anos.

Cacau Protásio, amiga da atriz, fez um post nesta manhã em em seu Instagram. "Amiga Vai com Deus. Eu tive o prazer, à alegria, a sorte de trabalhar, conviver, contracenar com você, eu amo você, o céu está em festa, pois está recebendo o anjo mais lindo, você fará muita falta, nos encontramos no céu

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

2017 deve terminar entre os 3 anos mais quentes e como recordista em eventos climáticos extremo



CIÊNCIA E SAÚDE



Giovana Girardi
São Paulo 06/11/2017 - 10h58


Bombeiro combate chamas em incêndio florestal na Califórnia

Depois de três quebras consecutivas de recorde de temperatura nos últimos três anos, 2017 não vai fechar como o ano mais quente. Mas isso não é uma boa notícia. A expectativa é que será um dos três anos mais quentes do registro histórico, anunciou nesta segunda-feira (6), a Organização Meteorológica Mundial, na abertura da 23ª Conferência do Clima da ONU, em Bonn. E 2017 deve fechar com recorde de eventos climáticos extremos.



De acordo com a OMM, relatório prévio do estado do clima mostra que a média global de temperatura entre janeiro e setembro foi de aproximadamente 1,1°C acima que antes da Revolução Industrial.

Por causa do El Niño poderoso, 2016 deve permanecer como o ano mais quente desde o início dos registros. O fenômeno climático também já tinha influenciado as temperaturas em 2015. De modo que 2017 está quente por conta própria, sem ajuda extra. Pela estimativa da OMM, 2017 e 2015 devem ficar com o segundo e/ou terceiro lugar. E o período de 2013 a 2017 já está garantido como os cinco anos mais quentes desde que as temperaturas começaram a ser medidas, em 1880.

A organização lembra que outros indicadores de longo prazo atestam que as mudanças do clima estão em curso, como o aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera, o aumento do nível do mar e a acidificação dos oceanos, além do crescente número de eventos de alto impacto, como os catastróficos furacões e inundações que o planeta teve neste ano, além de ondas de calor e secas.

"Os últimos três anos ficaram no topo em termos de recordes de temperatura. Isso faz parte de uma tendência de aquecimento a longo prazo", afirmou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, em comunicado distribuído à imprensa.

"Nós estamos testemunhando um clima extraordinário, incluindo temperaturas superiores a 50°C na Ásia, furacões recorde em rápida sucessão no Caribe e no Atlântico alcançando locais tão distantes quanto a Irlanda, devastadoras inundações de monções que afetaram muitos milhões de pessoas e uma seca implacável na África Oriental", continuou.

Receba notícias do UOL.

© UOL 1996-2017

domingo, 5 de novembro de 2017

Tema da redação do Enem 2017 fala sobre a educação de surdos no Brasil



Tema da prova de redação foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) no início da tarde deste domingo (5).

Por Ana Carolina Moreno, G1

05/11/2017 13h30  Atualizado há menos de 1 minuto



Tema da redação do Enem 2017 foi 'Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil' (Foto: Reprodução/Twitter)

O tema da redação do Enem 2017 é "Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil". O tema foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) no início da tarde deste domingo (5). A forma de correção da redação foi alvo de polêmica: após ter recurso negado no STF, MEC diz que acata decisão e que não vai anular redação contrária aos direitos humanos.

O assunto surpreendeu professores, que afirmaram que o essencial para tirar nota alta é focar na inclusão. No Twitter, quem acompanhava o debate sobre os possíveis temas ficou frustrado, já que a princial aposta era que a redação fosse tratar de homofobia.

Para Saray Azenha, professora de redação da Oficina do Estudante, de Campinas (SP), "a discussão dos surdos é importantíssima para a sociedade, mas não é muito trabalhada em âmbito nacional". Já o professor Rodrigo Noronha, que dá aulas de redação no Sistema COC de Ensino, de Ribeirão Preto (SP), "o tema surpreendeu apesar de a mídia já vir veiculando a questão da correção histórica que sofre o surdo no Brasil".

"É uma discussão pública acerca de um problema real do Brasil." - Saray Azenha (Oficina do Estudante)

De acordo com Noronha, o tema da redação do Enem 2017 dificilmente deve ter sido trabalhado neste formato nas aulas dos colégios e cursinhos.

"Tendo em vista a amplitude temática em relação aos deficientes, pode ter sido trabalhado [nos cursinhos], mas especificamente sobre os surdos, acho que não." - Rodrigo Noronha (Sistema COC de Ensino)

Rafael Pinna, coordenador de redação do Colégio de A a Z, do Rio de Janeiro, afirma que o tema mantém a tendência de temas já cobrados nos últimos anos pelo Enem, que são populações marginalizadas no Brasil. "A essência do tema dialoga com o que vem sendo cobrado nos últimos anos no Enem, pois se trata de um debate sobre a inclusão e o respeito de grupos marginalizados. Em 2015, foram as mulheres; em 2016, pessoas que sofrem com a intolerância religiosa e também com o racismo. Então, por essa perspectiva, o tema não é surpreendente. Na verdade, há muitos anos se fala sobre uma proposta acerca da inclusão de pessoas com deficiência."

Dicas para não fugir do tema

Os professores deram dicas de como um tema como esse pode ser abordado em uma redação do Enem de modo a demonstrar as cinco competências exigidas na prova:

Abordar diretamente a educação: O tema da redação não fala apenas sobre a população surda no Brasil, ela pede que o estudante fale especificamente sobre a "formação educacional" dos surdos. Por isso, candidatos que apenas abordarem a questão da marginalização dos surdos na sociedade em geral podem perder pontos pela fuga parcial do tema.Inclusão é a palavra-chave: Para Saray Azenha, os argumentos dos candidatos, na hora de formular propostas de intervenção, devem passar pelo principal desafio em relação à educação dos surdos, que é inclui-los no sistema educacional. "Quando o aluno percebe que a palavra não é só surdo, tem que trabalhar o educacional, percebe que a escola precisa incluir, por esse mote ele vai conseguir fazer uma educação de qualidade

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Jovens Adventistas vão ao cemitério nesta manhã levaram bolos e chás gratuitamente


Os  jovens Aventureiros e desbravadores e demais  membros  da igreja Adventistas do sétimo dia de Antônio Martins , foram hoje ao cemitério nesta manhã  dia de finados realizar serviços missionários, é aproveitaram para levar Água , chá , bolos tudo de maneira  gratuitamente para as pessoas que foram visitar os túmulos de seus entes queridos,  além de levar a  parte mais importante  que é a palavra de Deus é a  esperança da volta de Jesus na Ressurreição do mortos por meio de sua  vinda

O povo Adevtista prega que a morte não é o fim , é que no retorno breve de  Jesus todos que morreram em Cristo ,  sairão de seus túmulos para  vida eterna ao lado dele



Um dia esse dia de finados não existirá , a volta de Cristo é nossa maior esperança



         A morte não é o fim será vencida

Um dia essa data triste de dia de finados,  não existirá  mais , por um  propósito de Deus , ja firmado em Cristo , a Bíblia diz que a morte já não existirá Ap. 1:1- 4

As velas serão apagadas de uma vez por todas, toda lágrima cessará de tristeza

Os túmulos serão abertos , mortos serão  transformados , num abrir e fechar de olhos diz o senhor

Os túmulos serão destruídos, não haverá nem reza para quem já morreu , nem velas acezas,  nem muito menos Choró de tristeza e desespero , A

obra de Deus será  completa,  os que morreram na esperança em Cristo saíram para vida eterna .


Irmão zizi
1tess. 4:16

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

01.11.2017Souza propõe criação de Frente Parlamentar para tratar de regularização fundiária no RN




Souza propõe criação de Frente Parlamentar para tratar de regularização fundiária no RN

O deputado Manoel Cunha Neto, “Souza” (PHS), anunciou nesta quarta-feira (1), durante pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa, proposição para criação da Frente Parlamentar para regularização fundiário no Rio Grande do Norte. De acordo com o deputado, o fórum terá a missão de alavancar a regularização de imóveis urbanos e rurais no Estado.

“Nossa proposta é criarmos um esforço de dialogar com os Poderes para que pensemos a regularização fundiária como meio de promover o desenvolvimento regional, além de garantir ao dono da terra a condição de proprietário, possibilitando a segurança jurídica e resgatando uma dívida de ordem estrutural com a população”, explica Souza.

Segundo ele, a Frente Parlamentar prevê elevar a qualidade de vida dos agricultores familiares e da população urbana em geral, como promotor do desenvolvimento, inclusive, com mudanças na lei de regularização fundiária. “Esse fórum também poderá avançar no desenvolvimento de novas ferramentas para auxílio aos municípios, além da formação de parcerias e acordos de cooperação técnica”, argumenta.

 

Na ocasião, o parlamentar enalteceu o trabalho que vem sendo desenvolvido pela superintendência regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em favor da questão. “Tenho percebido a disposição do órgão em avançar na regularização fundiária no Estado e entrega de títulos aos assentamentos rurais, apesar dos entraves burocráticos enfrentados”, destacou Souza esclarecendo que a meta do Incra para esse ano é a entrega de 1.500 títulos e de outros 2.500 em 2018.

O encontro do parlamentar com o secretário Raimundo Costa, titular da Secretaria Estadual para Assuntos da Reforma Agrária (Seara), também foi abordado pelo parlamentar durante o pronunciamento. “Nos reunimos para tratarmos da proposição de um projeto de lei ao presidente do Tribunal de Justiça (TJRN) que muito irá contribuir no avanço da regularização fundiária no tocante ao crédito agrícola”, contou Souza relatando ainda outro encontro, com o presidente da Datanorte para tratar a temática. “Esperamos contribuir para que as pessoas possam receber a titularidade de sua moradia, oferecendo desta forma mais dignidade às famílias”, acrescentou

Uso de remédio como Omeprazol dobra risco de câncer no estômago, diz estudo


Colaboração para o UOL 01/11/2017 - 11h53


Shutterstock/Divulgação


Estudo recomenda aos médicos que tenham cautela quando prescrevem IBP para longo prazo

Um medicamento muito usado em todo o mundo para tratar refluxo ácido, gastrite e úlceras estomacais está associado a uma doença ainda mais grave. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Hong Kong e da University College London, as drogas do grupo de inibidores de bomba de próton (IBP), como o Omeprazol, Pantoprazol e lansoprazol, podem aumentar em até 2,4 vezes o risco de desenvolver câncer de estômago.



Apenas no Reino Unido, são mais de 50 milhões de prescrições desse tipo de remédio todos os anos. A descoberta já tinha sido identificada pelos acadêmicos, mas nunca em um estudo que em que se eliminou uma bactéria então suspeita pelo desenvolvimento da doença.

De acordo com os pesquisadores, depois que a bactéria Helicobacter pylori foi removida, o risco de câncer estomacal aumentou na mesma dosagem e duração do tratamento com medicamentos anti-refluxo.

Eles recrutaram 63 mil adultos e compararam o uso do IBP a um outro medicamento, conhecido como H2, que também limita a produção de ácido estomacal. Os participantes selecionados foram tratados entre 2003 e 2012 e depois acompanhados por cientistas até desenvolverem câncer de estômago, morrerem ou chegarem ao final do estudo, em 2015.

Durante esse período, 3.271 pessoas receberam IBP por quase três anos, enquanto 21.729 participantes tomaram bloqueadores de H2. Um total de 153 pessoas desenvolveram câncer de estômago.

Enquanto os bloqueadores de H2 não aumentaram o risco de câncer no estômago, os IBPs mais do que dobraram as chances. Para quem fez uso diário, o risco foi 4,55 vezes maior do que para aqueles que precisaram do remédio semanalmente. Quando ministrado por mais de um ano, o risco de câncer de estômago aumentou cinco vezes, enquanto as chances foram oito vezes maiores após três anos ou mais.

O estudo recomenda aos médicos que tenham "cautela quando prescrevem IBP para uso de longo prazo, mesmo após a erradicação bem-sucedida de H plyori".

Ao jornal "The Guardian" o professor de farmacoepidemiologia da London School of Hygiene and Tropical Medicine, Stephen Evans, disse que "muitos estudos observacionais encontraram efeitos adversos associados aos IBPs".

"A explicação mais plausível para a totalidade da evidência sobre isso é que aqueles que recebem IBPs, e especialmente os que continuam a longo prazo, tendem a estar mais doentes de várias maneiras do que aqueles para quem esses remédios não foram prescritos."

Receba notícias do UOL. É grátis!

 Facebook Messenger