quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

VOTE NELE / Pré-candidato à reeleição, prefeito de Curitiba quer reduzir seu salário

29/02/2012-13h05

Pré-candidato à reeleição, o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB), anunciou nesta quarta-feira (29) que pretende reduzir seu salário em 30%.

Ducci enviará hoje à Câmara Municipal um projeto de lei para diminuir, em definitivo, o vencimento do chefe do Executivo municipal: caso o projeto seja aprovado, seu subsídio passará de R$ 26.723 para R$ 18.706 mensais.

Com a medida, Ducci repete os passos de seu antecessor, o atual governador Beto Richa (PSDB), de quem foi vice-prefeito.
Na época em que estava na prefeitura, Richa já havia tentado reduzir o subsídio, depois que um levantamento mostrou, em 2007, que seu salário era o maior entre todos os prefeitos do país (era de R$ 19 mil).

Após críticas, o tucano tentou baixar um decreto para diminuir o vencimento, mas não conseguiu, já que o valor é estabelecido pela Câmara Municipal, por meio de lei ordinária.
Richa, então, optou por devolver 20% do valor total todo mês aos cofres públicos --prática que também foi adotada por Ducci desde que assumiu a prefeitura, em março de 2010.

Atualmente, Ducci devolve 30% do salário líquido, ou cerca de R$ 8.000. Caso o projeto de lei seja aprovado, o prefeito não irá mais devolver o percentual.

REAJUSTE

Além de anunciar a intenção de reduzir seu próprio salário, Ducci também anunciou, nesta quarta-feira, um reajuste de 10% a todos os servidores públicos municipais a partir de abril.
"É o maior reajuste concedido aos servidores desde o Plano Real", discursou o prefeito nesta manhã, em evento com a presença de vereadores, secretários e diretores de núcleo.

Além de Ducci, são pré-candidatos à Prefeitura de Curitiba os políticos Gustavo Fruet (PDT), Ratinho Júnior (PSC), Rafael Greca (PMDB), Tadeu Veneri (PT) e Dr. Rosinha (PT), entre outros.

Nenhum comentário: