sábado, 21 de maio de 2016

COM 85% de cobertura: Antônio Martins supera a meta nacional da campanha de vacinação contra gripe

COM 85% de cobertura: Antônio Martins supera a meta nacional da campanha de vacinação contra gripe

Com 1.498 doses administradas, Antônio Martins alcançou 85% de cobertura vacinal durante a campanha contra gripe (Influenza), realizada em todo país, de 30 de abril a 20 de maio.

O município bateu a meta do estado, que imunizou 463 mil pessoas (69,1%) do grupo prioritário, e a média nacional, estipulada pelo Ministério da Saúde em 80% do público alvo.

Os dados foram apresentados pelo coordenador de Imunização, da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeiro Fernando Augusto Mesquita.

Os grupos prioritários foram: idosos acima de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos, doentes crônicos, gestantes, mães pós-parto e profissionais da Saúde (veja tabela com os percentuais de cobertura).

Embora o excelente resultado, Dr. Fernando Mesquita adiantou que o município decidiu prosseguir com a campanha até o dia 03 de junho, focando em alguns grupos específicos.

“Possuímos doses disponíveis e, portanto, seguiremos vacinando gestantes, puérperas e crianças menores de 05 anos”, disse o coordenador de Imunização.

A vacina do SUS protege contra os 03 subtipos do vírus da gripe: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B). Até o momento, o Rio Grande do Norte contabiliza 11 casos de H1N1, com 05 óbitos.

É importante que todos as pessoas que fazem parte desse público alvo procure o Centro de Saúde da cidade para tomar a dose da vacinação.

Em Antônio Martins, as campanhas de vacinação em massa são realizadas pela equipe de enfermagem da rede municipal de Saúde e os Agentes de Saúde.

COBERTURA VACINAL – POR GRUPOS

GRUPOS------------------------------%
Idosos----------------------------------84
Gestantes-----------------------------64
Puérperas-----------------------------65
Servidores da Saúde-------------100
Doentes Crônicos-----------------140
Crianças < de 2 anos--------------74
Crianças de 2 e < de 5 anos-----62
Fonte: Semsa/PMAM

Nenhum comentário: