sábado, 3 de janeiro de 2015

Chuva chegou a 148 milímetros em Fortaleza, segundo Funceme

Choveu também em outros 29 municípios cearenses.

O maior registro nos pluviômetros convencionais foi em Crateús, com 47mm.

Do G1 CE
Lama tomo conta de cruzamento na Avenida Abolição, em Fortaleza. (Foto: Yamna Rafaela Jeronimo Silva/Arquivo Pessoal)Lama tomo conta de cruzamento na Avenida Abolição, em Fortaleza. (Foto: Yamna Rafaela Jeronimo Silva/Arquivo Pessoal)
O sábado amanheceu chuvoso em Fortaleza, com direito a relâmpagos e raios. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia, a precipitação chegou a 148 mm até as 10h30. De acordo com informações das Plataformas de Coletas de Dados (PCDs), o registro foi feito no Bairro Edson Queiroz. Não chovia tão forte assim desde a última quadra chuvosa, em 2013, entre fevereiro e maio.
Já a rede convencional de pluviômetros mostrou que choveu também em outros 29 municípios cearenses, em regiões com o Cariri, Inhamuns e Ibiapaba. O maior registro nos pluviômetros convencionais foi em Crateús, com 47mm até às 7h da manhã.
Segundo a Fundação, as chuvas deste sábado constavam na previsão do tempo elaborada nos dias anteriores e foi provocada pela combinação de dois sistemas atmosféricos: o primeiro, um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis, típico da pré-estação chuvosa, cuja atuação no Nordeste brasileiro já dura duas semanas, trazendo algumas chuvas isoladas ao Ceará.
O segundo sistema são as chamadas Ondas de Leste, que atuam mais comumente nos meses de junho e julho, mas foi responsável pela intensificação das precipitações, principalmente na Região Metropolitana de Fortaleza.
A previsão do tempo para o restante do dia é de céu nublado e pancadas de chuva em todas as regiões cearenses. A Funceme esclarece ainda que, apesar de previstos, os dois sistemas que provocaram as chuvas de nesta manhã não têm relação com a quadra chuvosa no Ceará e informa que o prognóstico climático para a estação de chuvas em 2015 será elaborado e divulgado somente na segunda quinzena de janeiro.
Danos
A chuva alagou diversas vias de Fortaleza, entre elas, as Avenidas Heráclito Graça e Abolição, que dão acesso a área hoteleira da capital cearense. A água invadiu ainda casas e apartamentos nas ruas de Fortaleza e Região Metropolitana, como as rua Botelho Ramos (Papicu) e José Frota (Cidade dos Funcionários). 
O Morro Santa Terezinha, localizado no fim da Avenida Abolição, sofreu um deslizamento de terra que acabou invadindo parte da via. Tratores estão no local para remover a terra desde as 9h. Ninguém ficou feridos e nenhuma casa foi atingida.
Parte da estrutura do Shopping RioMar, inaugurado em outubro de 2014, foi danificada pelas chuvas da manhã de sábado (3), em Fortaleza. Imagens mostram vazamento de água a partir do teto, causando alagamento. Segundo clientes que estiveram no shopping, alguns corredores foram interditados.

Nenhum comentário: