quarta-feira, 23 de outubro de 2013

POLÉMICA ENTREVISTA DE MARINA SILVA

Em entrevista ao Roda Viva, Marina Silva diz ser favorável à união civil gay; Marco Feliciano critica: “Eu avisei”; Assista na íntegra


Em entrevista ao Roda Viva, Marina Silva diz ser favorável à união civil gay; Marco Feliciano critica: “Eu avisei”; Assista na íntegraDeclarações feitas pela ex-senadora Marina Silva (PSB), durante entrevista na última segunda-feira ao programa Roda Viva, exibido pela TV Cultura, causaram polêmicas entre cristãos.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Entre os assuntos tratados em 1h30 de programa, Marina falou sobre suas bandeiras políticas, os desafios para as próximas eleições, e também sobre questões sociais ligadas diretamente à fé cristã, como o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a criação do mundo versus a teoria da evolução.
Questionada se seria adepta ao criacionismo em detrimento da teoria da evolução, Marina Silva esforçou-se para explicar seu ponto de vista: “Eu não sou criacionista. Isso foi um criacionismo que criaram para mim. Eu não preciso justificar cientificamente a minha fé. Acredito que Deus criou todas as coisas, inclusive as contribuições trazidas por Darwin”, disse, ressaltando sua crença.

A mesma postura já havia sido adotada por Marina em recente entrevista especial ao jornalista Jô Soares, em seu programa na TV Globo. Na ocasião, a missionária assembleiana afirmou que o conhecimento obtido pela ciência através das teses elaboradas por Darwin eram uma contribuição permitida por Deus, criador de todas as coisas.
O criacionismo é um movimento que se propõe a ser uma rejeição à teoria da evolução, e foi criado por lideranças religiosas para combater as propostas de Charles Darwin. Muitos cristãos abraçam o criacionismo como uma bandeira, e embora a fé cristã sustente que Deus criou todas as coisas, como ressaltou Marina, não existe uma doutrina que obrigue a todos os fiéis a aderirem ao movimento.

Casamento gay

Marina Silva afirmou ser favorável ao direito de casais homossexuais celebrarem sua união no âmbito civil, destacando que sua postura é condicionada à sua orientação religiosa, mas separando
Perguntada se era favorável ao casamento gay, Marina respondeu: “Quanto ao casamento, como sacramento, não. Como direito civil, sim”.
A postura de Marina foi criticada amplamente por seu maior adversário político dentro do meio evangélico, Marco Feliciano (PSC-SP). No Twitter, o pastor comentou a postura da ex-senadora: “Eu avisei [...] Precisa ser mais clara Marina, sem medo”, escreveu o pastor.

twitter marco feliciano

Marco Feliciano vem se posicionando contrário às ideias de Marina Silva desde que, em 2010 durante a campanha eleitoral, a ex-senadora adotou postura de separar a visão política de seus princípios religiosos em questões como aborto e casamento gay.

As críticas foram acentuadas pelo pastor quando, este ano, ele se tornou alvo dos protestos dos ativistas gays contrários à sua permanência à frente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM). À época, Marina afirmou que Feliciano não tinha histórico de luta por direitos humanos, e isso o desqualificava para o cargo, mas também ressaltou que boa parte das críticas ao pastor eram feitas pelo fato de ele ser evangélico, e isso, segundo ela, estava errado.
Assista à entrevista na íntegra:


Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário: