quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Mamífero encontrado morto na praia de Gado Bravo em Tibau


 
Mais uma “falsa orca”, da espécie Pseudorca crassidens, foi encontrada no litoral norte potiguar. Na tarde de ontem terça-feira (24), o animal foi achado na praia de Gado Bravo, em Tibau. De acordo com o coordenador do projeto Cetáceos de Areia Branca, Flávio José Lima Silva, responsável pelo monitoramento da região, técnicos foram até o local para recolher material para  análise.
O animal encontrado ontem mede 4,15 metros e já se encontra no estado  de decomposição. Nesse estágio, o animal já apresenta um forte cheiro e descamação da pele, expondo o tecido adiposo, o que explica a cor branca. Segundo Flávio, as características do animal indicam que a morte poderia ter acontecido entre 24 e 48 horas antes, porém o dado só será confirmado após a necrópsia. “O clima da região é muito quente e isso acelera o processo de decomposição”, explicou.
No domingo (22), 30 baleias da mesma espécie encalharam na praia de Upanema, em Areia Branca. Dessas, 23 foram salvas e devolvidas ao mar e sete morrem durante o salvamento, uma delas vítima de ataque de tubarão. O acidente ambiental ainda não teve as causas identificadas e o laudo só deverá sair em 90 dias. Porém, o projeto Cetáceos já estuda duas possibilidades para o encalhe.
O coordenador do projeto Cetáceos de Areia Branca, Flávio José Lima Silva, responsável pelo monitoramento na região, adiantou que uma dessas possibilidades  é que o líder do grupopoderia estar doente e ter perdido o rumo, guiando os demais para a praia. “Outra hipótese, é a das Pseudorcas – espécie dos cetáceos encalhados – terem seguido um cardume de peixes, com a intenção de se alimentarem, e chegaram às águas rasas”, afirmou o pesquisador.
 
tnonline

Nenhum comentário: