quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Greve dos bancários pressiona negociação

 
 
Greve_Banco_do_BrasilA greve dos bancários e os prejuízos que ela traz para a população começaram a surtir efeito. Tanto é que a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) procurou o Comando Nacional dos Bancários para uma rodada de negociação que pode resultar em uma proposta para a categoria em greve há mais de uma semana.
O presidente do Sindicato dos Bancários de Mossoró e Região, Anchieta Medeiros, diz que caso a proposta seja apresentada, a categoria irá avaliar para decidir se aceita ou não. "Se houver apresentação de proposta, faremos assembleia hoje para avaliarmos e deliberarmos sobre a continuação ou fim da paralisação", comenta o sindicalista.

Anchieta Medeiros avalia que a adesão da categoria ao movimento paredista está boa neste momento. "Estamos com 100% de adesão e a Lei de Greve, que determina a continuidade de 30% dos serviços, é cumprida com os caixas eletrônicos", comenta o presidente do sindicato.
Os bancários reivindicam 10,25% de reajuste salarial (reposição da inflação mais 5% de aumento real), além do fim das metas abusivas, segurança para os bancários e clientes, isonomia no tratamento dos funcionários e melhor distribuição da Participação dos Lucros e Resultados (PLR). Até agora, a única proposta apresentada pela Fenaban oferecia 6% de reajuste e foi rejeitada pela categoria.
 
Bancários orientam clientes a procurarem outros meios para pagamento de contas
A greve dos bancários não isenta a população de pagar em dia suas contas. Para isso, estão disponíveis os caixas eletrônicos, onde os clientes podem efetuar saques, depósitos, transferências e pagamento de contas que ainda não tenham vencido. Na internet, os clientes podem fazer consultas de saldo, extrato, pagamentos de contas e transferências. As casas lotéricas também disponibilizam o pagamento de contas diversas.

Nenhum comentário: