sábado, 28 de janeiro de 2012

Manifestantes foram ao Vaticano protestar contra corrupção

                      

O fim de semana de 14 de janeiro foi marcado por protestos contra os benefícios fiscais que a Santa Sé recebe em diferentes partes do mundo.
Os “indignados” procedentes de vários países, entre eles Espanha e França, se manifestaram inesperadamente neste sábado (14) na Praça de São Pedro, no Vaticano, aos gritos de “liberdade” e “Igreja corrupta e Papa criminoso”.
Em alusão às isenções fiscais imobiliárias, de que gozam os palácios pontifícios situados fora do Vaticano, os presentes gritavam: “O Vaticano deve pagar impostos como todo o mundo”.

Com barracas de campanha coloridas, os manifestantes se agruparam na praça diante das janelas dos aposentos do papa Bento XVI. Um deles chegou a subir na árvore de Natal gigante que permanece no local após as festividades de fim de ano.
De acordo com o Washington Post a polícia foi chamada para conter o protesto e três jovens foram presos para controle de identidade. Durante a prisão, os outros manifestantes gritavam pela libertação de seus companheiros.

Perguntado sobre o porquê de realizar os protestos naquele local, um manifestante disse que o grupo “veio manifestar na Praça São Pedro para a re-apropriação de uma praça que, como todas as outras, deve ser do povo”.
A manifestação aconteceu horas depois de o premiê da Itália, Mario Monti, ter sido recebido pelo Papa Bento XVI.

Nenhum comentário: